A esteira telescópica mais segura do mercado ainda está ficando forte

Em 2004, a Caljan introduziu o modelo BeltTrack, que substituiu as antigas esteiras Long John. Recursos de segurança patenteados e otimização foram as palavras chaves da nova linha de produtos, na qual são construídas as atuais séries Classic e Performer.

»Segurança sempre foi a marca registrada das máquinas Caljan. Desde que as primeiras Long Johns foram comercializadas, das quais uma parte substancial ainda está funcionando de forma confiável, estabelecemos o padrão de segurança e confiabilidade. No entanto, em 2001 nos tornamos muito mais agressivos e começamos a influenciar ativamente nossos clientes para que solicitassem recursos de segurança. O motivo foi que a Caljan tinha se tornado parte do grupo norte-americano Rite-Hite, que tem uma longa tradição em promover segurança,« explica o Vice-presidente de Desenvolvimento, Kristen Laurbak.

Com o desenvolvimento da série Caljan BeltTrack, muitos novos recursos foram trazidos à luz, como o primeiro joystick do mercado para esteiras telescópicas e a parte inferior da máquina totalmente vedada por motivos de segurança. Além disso, as novas máquinas poderiam movimentar cargas bem maiores.

Por que esse grande foco na segurança?

»Através da colaboração com nossos clientes, obtivemos uma percepção profunda dos riscos em trabalhar na área de carga/descarga. Acidentes de trabalho e problemas de saúde relacionados ao trabalho eram mais regra do que exceção. Os custos associados – em termos de dor e sofrimento, além do financeiro – eram tangíveis. As estatísticas da União Europeia confirmavam as experiências de nossos clientes,« diz Kristen Laurbak e continua:
Começamos a usar as sombrias estatísticas da UE em nosso marketing e, em pouco tempo, a esteira com a parte inferior totalmente vedada tornou-se uma solicitação absoluta nos documentos de propostas dos clientes. Éramos o único fornecedor que oferecia esse recurso, o que resultou em muitos pedidos. Desde então, instalamos mais de 4.000 Caljan BeltTracks.«

Consequências sócio-econômicas

De acordo com as pesquisas atuais na UE, o custo médio de um acidente de trabalho ou de problemas de saúde relacionados ao trabalho é difícil de calcular, pois diversos fatores devem ser considerados. No entanto, é um fato que problemas de saúde relacionados ao trabalho não apenas infligem sofrimento e tristeza nos funcionários afetados e suas famílias, combinados a perda de receitas e despesas médicas; Eles também custam às empresas perda de competitividade e participação de marca e impõem cargas econômicas à sociedade.

Distúrbios músculo-esqueléticos e ausência por doença

Distúrbio músculo-esquelético (DME) é um motivo significativo de porque os funcionários apresentam ausência por doença mais prolongada. O termo DME significa problemas de saúde dos músculos, tendões, esqueleto, cartilagem, ligamentos e nervos. Os distúrbios músculo-esqueléticos incluem todas as formas de saúde deficiente, indo de distúrbios leves e transitórios a lesões incapacitantes e irreversíveis.

Cinco fatores aumentam o risco de distúrbios músculo-esqueléticos:

    • Levantar, empurrar ou puxar cargas pesadas
    • Trabalhar com as costas ou o pescoço dobrado ou torcido
    • Trabalhar com os braços levantados
    • Movimentos monótonos e repetidos que exigem força
    • Vibrações no corpo inteiro

Não foi possível ainda documentar os limites inferiores de início dos distúrbios músculo-esqueléticos causados pelos fatores de risco mencionados; por exemplo, até que peso a carga pode ter antes de causar dor nas costas. Isso é devido em parte ao fato de que as pessoas nascem com diferentes capacidades físicas, do mesmo modo como suas condições de vida podem variar em grande extensão; por exemplo, a qualidade e quantidades de comida.

»É uma tendência geral no mercado de trabalho atual que devemos trabalhar mais tempo antes de aposentar. Como consequência, tem de haver espaço para todos. O equipamento Caljan, combinado com o controle de exigências físicas, ajuda a assegurar um ambiente de trabalho mais seguro e ergonômico para todos os tipos de funcionários,« diz Kristen Laurbak.

Tecnologia comprovada e desempenho avançado

Hoje, a Caljan comercializa duas séries de esteiras telescópicas de correia: Classic e Performer. Classic é o modelo padrão, disponível em diversos tamanhos e equipado com uma variedade de funções. A Perfomer, introduzida em 2012, é derivada do modelo Classic com um nível mais elevado de funções e por isso apresenta vantagens ergonômicas, além da possibilidade de posteriormente acrescentar recursos.

Melhor prática

Inovações em segurança e ergonomia são a marca registrada dos produtos Caljan. Empenhamo-nos com dedicação para estar à frente das exigências regulamentares e dos clientes e estabelecer o padrão de mercado em soluções de intralogística.

»Todos os nossos produtos são desenvolvidos em colaboração com nossos clientes. Juntos, identificamos os riscos e as oportunidades de melhoria, o que implica que a avaliação de risco é uma parte integrante de todos os projetos de desenvolvimento de produtos. Dessa maneira, asseguramos a Melhor Prática e continuamos a ser o parceiro preferido dos clientes,« diz Kristen Laurbak.

As soluções Caljan, que são produzidas em nossas fábricas na Dinamarca, Alemanha, Letônia e China, são construídas sob encomenda para se adequar ao desafio específico; Transportadoras de pacotes expressos e empresas de distribuição que desejarem otimizar o processo de carga/descarga e melhorar de maneira significativa o ambiente de trabalho dos funcionários.

Fontes:

“Is work good for your health and well-being?”, Gordon Waddell e A. Kim Burdon, 2006.
”White paper on risk factors linked to physically heavy work”. The National Research Centre for the Working Environment, Dinamarca, 2008. (Para assegurar a mais alta qualidade científica possível, o grupo de especialistas foi composto de sete especialistas dinamarqueses e internacionalmente reconhecidos.)
“Socio-economic costs of accidents at work and work-related ill health. Full study.” Comissão Europeia, Diretoria Geral de Emprego, Assuntos Sociais e Inclusão, 2011.
“Nonfatal Occupational Injuries and Illnesses Requiring Days Away From Work”. Agência de Estatísticas do Trabalho, Departamento do Trabalho dos Estados Unidos, 2008.

Posted on under Esteiras Telescópicas.